Teses – instrumentos de pesquisa

Artigos Genealógicos

A Genealogia pelas Teses (Subsídios biográfico-genealógicos)

Consultando minha biblioteca particular, encontrei alguns opúsculos, impressos entre 1909 e 1911, referente às Teses apresentadas para a obtenção do grau de Doutor em Medicina.

Trata-se de uma curiosa fonte paralela de estudos genealógicos, que nos oferece subsídios muito preciosos, com ascendência, colaterais e descendentes. Nas Universidades, podemos conseguir inúmeras informações sobre indivíduos de nossa pesquisas por meio dos cadastros de matrícula. Torna-se possível obter, na documentação, cópia de registro de nascimento, nomes de pais, por vezes avós. No entanto, há um outro manancial informações genealógicas, que vai além disso, muitas vezes oferecendo-nos nomes de tios, irmãos e, por vezes, até descendentes…

Referimo-nos às defesas de Teses. No presente artigo, são eles do campo da Medicina, onde os jovens profissionais, ao publicarem seus trabalhos – motivo de orgulho para toda a família – apresentam um bom repertório de dados genealógicos em suas dedicatórias.

Assim, indico aos senhores pesquisadores mais um exemplo de fonte, entre as tantas que existem, que foge do costumeiro padrão de pesquisa, preso aos tradicionais livros paroquiais, habilitações de gênere, inventários, etc.

Carlos Eduardo de Almeida Barata

Baixar arquivo em PDF