Sócios Colaboradores

Benedito Antonio Jahnel, Padre

Filho de Jorge Azevedo Jahnel e Antônia Fonseca Jahnel, nasceu em Jundiaí, Estado de São Paulo, a 22 de junho de 1956. Descende de famílias portuguesas e alemãs. Sua avó paterna foi escritora, Zuleika Assis de Azevedo Jahnel; seu bisavô paterno foi membro da Guarda Nacional, Coronel Francisco Assis de Azevedo.

Fez seus estudos elementares no Externato Cesário Motta e no Grupo escolar Conde de Parnaíba. Concluiu o 1º Grau na Escola Lázaro M. Duarte e formou-se Professor de Curso Primário muito jovem, na Escola Padre Anchieta, de Jundiaí.

Foi enviado Seminário Bom Jesus em Aparecida do Norte-SP, onde formou-se em Fiolosofia e Pedagogia, com os Salesianos em Lorena-SP. Completou em 1983 o curso de Teologia, recebendo menção elevada em sua tese, pela Faculdade Nossa Senhora da Assunção em São Paulo-SP. Formou-se em História pela Faculdade Plínio Augusto do Amaral, habilitou-se em Psicologia e Educação Moral e Cívica.

Especializou-se em pedagogia, na área de Orientação educacional, Administração escolar e Supervisão de Ensino. É pós-graduado pela Faculdade São Judas Tadeu. Lecionou em dezenas de escolas, Foi assistente de Diretor da Escola de Primeiro grau Irmã Florinda Mestage. Foi Diretor Titular de diversas escolas e supervisor de ensino em Mariporã-SP.

Logrou o 1º lugar no concurso para Capelão da Polícia Militar do estado de São Paulo. É também formado em Parapsicologia. Foi professor do curso de Teologia para leigos em Caieiras-SP.

Na área cultural, foi presidente da Academia Juvenil de Letras e Ates de Jundiaí-SP. É membro efetivo da Academia Jundiaiense de Letras.. Autor de diversos trabalhos sobre folclore, religião, parapsicologia, poesia e romance. Tem diversos trabalhos publicados em jornais, revistas e livros. Mantém programa religioso diário na Rádio Estação 91,9 FM de Franco da Rocha-SP. Fundou dois jornais, pregou na oratória sacra em diversas igrejas barrocas de Minas Gerais. Foi Vigário Paroquial em Francisco Morato, Caieiras e Nazaré paulista, todas cidades do Estado de S. Paulo.

Foi responsável pela construção de uma Casa Paroquial, treze Capelas e pela reforma de diversas igrejas da Diocese de Bragança Paulista-SP. Como Pároco na Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Franco da Rocha-SP, teve atuação dinâmica, fundando novas Comunidades, reorganizando a Pastoral, restaurando patrimônio artístico e etc. Em 1997 recebeu o título de Cidadão Francorochense.

Transcrição de trechos da biografia do associado, 1998.