CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: José Antonio Gonsalves de Mello
Sócios Honorários

José Antonio Gonsalves de Mello

Nasceu em 1916, no Recife. Filho do médico Ulysses Pernambucano de Mello e de Albertina Carneiro Leão de Mello.

Cursa o ensino médio no Ginásio Pernambucano, do Recife, e no Colégio Anglo-Americano, do Recife. Ingressa em 1993 na Faculdade de Direito do Recife, bacharelando-se em 1937. Inicia-se nas pesquisas históricas a convite de seu primo Gilberto Freyre, buscando subsídios para Casa Grande & Senzala. Já interessado no período holandês, começa a estudar a língua holandesa, por sugestão do primo.

Foi o primeiro diretor do recém-criado Instituto Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais, com a difícil tarefa de instalar, organizar e iniciar o funcionamento da instituição. Foi, também, responsável pelas pesquisas históricas do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Com o patrocínio da Universidade do Recife (depois UFPE – Univ. Federal de Pernambuco), viajou várias vezes à Europa para pesquisas, chegando a residir na Holanda (Haia) e na Espanha. Fundou em 1940 o Instituto Brasil-Holanda, no Rio de Janeiro.

Professor da Universidade do Recife (UFPE), onde também foi Diretor do Instituto de Ciências do Homem (depois Instituto de Filosofia e Ciências Humanas) e Catedrático da cadeira de História da América. Professor no Instituto Espanhol, Português e Íbero-Americano de Utrecht. Membro do Conselho Estadual de Cultura de Pernambuco. Membro efetivo do Conselho Deliberativo da Fundação de Cultura Cidade do Recife. Membro do Conselho Diretor e do Conselho Editorial da Fundação Joaquim Nabuco. Membro do Conselho Diretor da Fundação Gilberto Freyre.

Sócio efetivo do IAHGP – Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano a partir de 1943, Diretor Editorial da revista, e Presidente em 1965, seguindo-se vários mandatos. Sócio Correspondente do IHGB – Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Membro da Academia Pernambucana de Letras e da Academia Portuguesa de História, de Lisboa, eleito para a Cadeira nº 37.

Agraciado com a Ordem Militar de Cristo, em Portugal; Medalha Naval de Serviços Distintos, da Marinha brasileira; Medalha Pernambucana do Mérito, do Governo do estado de Pernambuco; Ordem Orange Nassau, grau Oficial, da Holanda; Medalha do Mérito Educacional do Estado de Pernambuco; Medalha da Ordem do Mérito dos Guararapes, do Governo de Pernambuco; Medalha do Mérito Capibaribe da Cidade do Recife, concedida pela Prefeitura.

Além de palestras, conferências e afins, consultoria e orientação a pesquisadores, prefácios, colaborações, etc., é autor, dentre outras, das obras:

  • Tempo dos Flamengos – 1947;
  • série biográfica sobre os mais importantes restauradores de Pernambuco;
  • biografia de João Fernandes Vieira – 1956;
  • Estudos Pernambucanos – 1960;
  • Diálogo das Grandezas do Brasil – 1962
  • aditamentos e correções aos Anais Pernambucanos, de Pereira da Costa;
  • Gente da Nação – cristãos-novos e judeus em Pernambuco -1525-1654 – 1989;
  • Tempo de Jornal – coletânea de artigos publicados na imprensa periódica – 1998.

Faleceu no Recife em 07 de janeiro de 2002.

Fonte: Fundação Joaquim Nabuco – www.fundaj.gov.br