CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Claudio José Dias Batista
Sócios Correspondentes

Claudio José Dias Batista

Filho de Wilson Dias Batista e Lucy Gomes Dias Batista, nasceu em 29 de outubro de 1966 em Itapetininga, Estado de São Paulo. Descende de Thomaz Dias Batista, que deu origem a numerosa família espalhada pelo sul do estado de São Paulo e Paraná, com ramos em vários pontos do Brasil, e que manteve o sobrenome composto (Dias Batista) até os dias de hoje.

É advogado formado pela Faculdade de Direito de Sorocaba – SP. Estudou Administração de Empresas e Jornalismo na Universidade de Sorocaba – UNISO. Pós graduado em Política Americana, pela Universidade Brigham Young, Utah, EUA. Atualmente administra Dias Batista Advogados, um escritório jurídico de ampla atuação geográfica.

Começou como locutor voluntário aos 12 anos de idade, num serviço de auto-falantes próximo à sua casa. Aos 14 entrou para o rádio, já como profissional. Trabalhou como locutor e diretor artístico de várias emissoras, em cidades como Sorocaba-SP, São Paulo-SP, São Sebastião-SP, Rio de Janeiro-RJ e Cuiabá-MT. Na TV, apresentou programas jornalísticos. Produziu comerciais e documentários. Seu trabalho mais conhecido é Fé a cada passo, o legado do Brasil, em que criou o roteiro, produziu, narrou e editou todo o filme.

Em 1994, iniciou-se na pesquisa genealógica de sua família, estendendo o trabalho a mais de 10 mil nomes, tendo traçado sua genealogia até o primeiro homem, Adão. Em 1995 foi empossado como sócio titular do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba-SP, tendo escolhido como patrono Roberto Dias Batista, fundador da Estrada de Ferro Sorocabana.

É membro da Ordem dos Advogados do Brasil, da Associação dos Advogados de São Paulo, da Associação Sorocabana de Imprensa, do Colégio Brasileiro de Genealogia, do Instituto Histórico Geográfico e Genealógico de Sorocaba e da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Como voluntário, atuou como presidente do Polo Escoteiro de Sorocaba, quando recebeu a Medalha de Gratidão, no grau prata, concedida pela UEB – União dos Escoteiros do Brasil. Foi diretor de Assuntos Públicos da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias na região de Sorocaba, tendo atuado como coordenador do projeto Mãos que Ajudam, de abrangência nacional. Diretor da Associação Sorocabana de Imprensa – ASI e membro do Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico – CMDPH de Sorocaba.  Foi um dos autores da cartilha Deus na Escola, produzida pela Prefeitura Municipal de Sorocaba e de repercussão nacional. Ainda como voluntário, foi o primeiro presidente da TV COM, a TV Comunitária de Sorocaba.