CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Antonio Henrique Bittencourt Cunha Bueno
Sócios Colaboradores

Antonio Henrique Bittencourt Cunha Bueno

Filho de Antonio Sylvio Cunha Bueno e Edy Bittencourt Cunha Bueno, nasceu a 17 de junho de 1949 na cidade de São Paulo, capital do Estado de São Paulo. Tem 3 filhos: Antonio Sylvio, Maria Thereza e Mariana.

Vida Escolar: Ensino Médio – Colégio Rio Branco; Curso Superior – Economia na Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Mackenzie, ambos em São Paulo.

Vida Pública:

  • Deputado Estadual [1971-1975], Deputado Federal [1975-1979, 1979-1983, 1983-1987, (Constituinte), 1987-1991, 1991-1995, 1995-1999 e 1999-2002]. Quarto Secretário da Mesa da Câmara dos Deputados – 1987-1989; Terceiro Secretário da Mesa da Câmara dos Deputados – 1991-1993; Presidente do M.P.M – Movimento Parlamentarista Monárquico; Coordenador da Bancada Paulista em 1975, 1976, 1977 e 1978; Vice-Presidente efetivo da Comissão de Economia, Indústria e Comércio; Presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Israel,1999 a 2002;
  • Secretário de Estado da Cultura – São Paulo, 1979- 1982.
  • Presidente do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta – Centro Paulista de Rádio e Televisão Educativas, responsável pelo Plebiscito sobre Forma e Sistema de Governo), 1992;

Medalhas:

  • Cândido Mariano Rondon, da Sociedade Geográfica Brasileira;
  • Benedito Calixto, de Itanhaém – SP;
  • Martim Afonso de Souza, do Instituto Histórico e Geográfico Guarujá-Bertioga, SP; – M.M.D.C., da Sociedade Veteranos de 32;
  • Pioneiros da Aeronáutica, da Fundação Santos Dumont;
  • Ana Neri, da Sociedade Brasileira de Educação e Integração;
  • Euclides da Cunha, do Clube dos Estados;
  • Insígnia da Independência, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Condecorações:

  • Comendador da Ordem Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa – Portugal;
  • Grande Oficial da Ordem do Ipiranga – São Paulo;
  • Ordem do Infante D. Henrique – República de Portugal;
  • Cavalheiro da Soberana Ordem Militar de Malta;
  • Ordem do Mérito Militar, Grande Oficial, Ministério do Exército;
  • Ordem do Mérito Aeronáutico, Grande Oficial, Ministério Aeronáutica;
  • Ordem do Mérito Naval, Comendador, Ministério Marinha;
  • Ordem do Congresso Nacional, Grande Oficial;
  • Ordem Rio Branco, Grande oficial, Ministério das Relações Exteriores;
  • Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, Grande Oficial, TST;
  • Ordem do Ipiranga, Grande Oficial, Governo do Estado de São Paulo;
  • Cruz de João Ramalho, do Instituto Genealógico Brasileiro;
  • Colar D. Pedro I, do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo;

Cidadão Emérito da Cidade São Paulo [1981] e Cidadão Honorário das cidades:

  • no Estado de São Paulo – Adamantina, Aparecida D’Oeste, Ariranha, Atibaia, Bocaina, Bragança Paulista, Casa Branca, Embu, Fartura, Gália, Guarde, Igarapava, Itanhaém, Itatiba, Jaboticabal, Jacareí, Lorena,  Manduri, Osvaldo Cruz, Ourinhos, Paulo de Faria, Penápolis, Peruíbe, Piraju,  Presidente Alves, Rio Claro, Roseira, Salto Grande, Santa Isabel, Santa Rita do Passa Quatro, São Caetano do Sul, São João das Duas Pontes, São Simão, Taubaté, Timburi, Tupã, Turmalina e Valentim Diniz;
  • no Estado de Alagoas – Coqueiro Seco e Pilar.

Membro da/do:

Associação dos Cavaleiros da Soberana Ordem Militar de Malta; Clube Português; Lira Musical Pedro Salgado; Esporte Clube Palmeirense; Centro Transmontano; Sociedade Brasileira de Filosofia, Literatura e Ensino; Instituto Genealógico Brasileiro (1972); Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo [1982]; Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro [1988]; Sociedade Genealógica Judaica do Brasil [1999]; Sociedade Mantenedora do Colégio Brasil Europa – presidente; Fundação Zerbini, mantenedora do INCOR – Instituto do Coração – foi Vice-Presidente; Conselho da Sociedade Beneficente Israelita Hospital Albert Einstein; UIP – União Inter-Parlamentar, com sede em Genebra (Suíça); Conselho da Fundação Bienal de São Paulo desde 1992.

Diretor da Câmara Brasil-Israel de Comércio e Indústria; Curador da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, 1982 a 1987; Presidente de Honra da Ordem Nacional dos Bandeirantes; “Homem Brasil-Israel 1979″, da Câmara Brasil e Israel de Comércio e Indústria. Presidente de Honra da Ordem Nacional dos Bandeirantes.

Associou-se ao Colégio Brasileiro de Genealogia a 12.09.1988

Obras Publicadas:

  • A Morte no Exílio;
  • A Solução é o Rei, Parlamentarismo ou Presidencialismo? República ou Monarquia?;
  • O Guia do Vereador do Terceiro Milênio;
  • Roteiro para os Prefeitos do Terceiro Milênio;
  • Dicionário das Famílias Brasileiras, Volume I (Tomos I e II), Volume II (Tomos I e II) – co-autoria com Carlos Eduardo de Almeida Barata.