CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Leoberto de Castro Ferreira
Sócios Beneméritos

Leoberto de Castro Ferreira

Nascido cerca de 1911*.
Médico. Formado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro, colou grau em 03.10.1932. Registro no Conselho Regional de Medicina-RJ nº 2915.

Reconhecido conhecedor de Microbiologia e Parasitologia. Foi pesquisador no Instituto Evandro Chagas, de Belém-PA. Integrou a Comissão Encarregada de Estudos de Leishmaniose Visceral Americana, na Fundação Oswaldo Cruz. Microbiologista da Fundação Rockfeller, no Rio de Janeiro.

Lotado no Instituto de Hematologia do então Estado da Guanabara, foi integrar a equipe do governador do Estado, Carlos Lacerda,  nos anos sessenta (do século XX), como Secretário de Turismo, com a  incumbência de preparar os festejos do IV Centenário de fundação da cidade do Rio de Janeiro. Ele mesmo conta de suas atividades, em reportagem da revista Manchete nº 680 de 01.05.1965:

Paralelamente à Medicina, sempre fiz pesquisa bibliográfica, orientando meu trabalho no sentido de reunir o maior número possível de documentos sobre a história do Rio de Janeiro. Amigo de Carlos Lacerda desde os tempos de estudante, colaborei com seu governo algumas vezes. Por exemplo: planificando a racionalização do Jardim Zoológico do Estado e a criação da Fundação Vieira Fazenda, que se destina a reunir elementos sobre a Cidade, em todos os seus aspectos, e da qual faz parte o Museu da Imagem e do Som.

Sua ligação com o Colégio Brasileiro de Genealogia vem da época da organização dos festejos do IV Centenário da Cidade do Rio de Janeiro em 1965, como ele expõe, quando na mesma reportagem descreve os eventos de comemoração, na área cultural:

Gostaria, também, de chamar a atenção para alguns eventos de grande relevo, como, por exemplo, a Festa dos Pioneiros ou Povoadores do Rio, que reunirá todos os descendentes dos primeiros habitantes da Cidade, aos quais daremos certificados. Sera uma festa belíssima, a se realizar na foz do rio Carioca, e que culminará com o maior espetáculo pirotécnico já visto no Brasil. Esta festa é a nota sentimental do IV Centenário.

Em parceria com o governo do Estado, o CBG proporcionou os dados necessários à identificação desses descendentes, recebendo significativas contribuições oficiais, por intermédio da Secretaria de Turismo, chefiada por Leoberto, o que originou sua merecida indicação ao quadro de Beneméritos.

Ao fim da citada reportagem, Leoberto de Castro Ferreira revelou que, ao término de seu mandato de então,  gostaria de retornar à vida privada para terminar os livros que estava escrevendo ao receber o convite para ocupar o cargo na pasta de Turismo: Zoologia Médica, Parasitologia do Campo e História da Investigação Biológica no Brasil.

* Alistamento no Serviço Militar obrigatório  em 1929. Diário Oficial da União de 24.05.1929.