CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Paulo Fernando Telles Ribeiro
Sócios Adjuntos

Paulo Fernando Telles Ribeiro

Nascido no Rio de Janeiro-RJ em 09 de janeiro de 1942, filho do Contra-Almirante Ayrton Telles Ribeiro e de D. Lutecia Correa Ribeiro. Estudou no Colégio Marista São José (1952/6), no Colégio Santo Inácio 1957/9) e na Faculdade Nacional de Direito (hoje Faculdade de Direito da UFRJ), diplomando-se em 1963 como Bacharel em Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da UERJ.

Ingressou na carreira diplomática pelo Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores, em 1966. Foi Cônsul-adjunto em Milão-Itália (1969-72) ; Segundo-Secretário da Embaixada em Georgetown-Guiana (1972/4) ; Conselheiro da Embaixada em Bonn-Alemanha (1979/83) ; Conselheiro da Embaixada em Jedá-Arábia Saudita (1983/6) ; Conselheiro da Embaixada em Buenos Aires-Argentina (1986/8) ; Ministro-Conselheiro da Embaixada em Berna-Suíça (1992/7) ; Ministro-Conselheiro da Embaixada em Lima-Peru (1997/2000) ; Ministro-Conselheiro da Embaixada em Pretória-República da África do Sul (2001/3) e Cônsul-Geral-Adjunto em Boston-EUA (2004/8).

Representou o Brasil em diversas reuniões governamentais internacionais e foi agraciado com as seguintes condecorações : Comendador da Ordem do Mérito Aeronáutico e Grande-Oficial da Ordem de Rio-Branco (Brasil) ; Cavaleiro do Mérito Melitense, da Ordem Soberana e Militar de Malta ; Grã-Cruz do Mérito da República Federal da Alemanha ; Oficial da Ordem do Mérito por Serviços Distinguidos, do Peru ; e Ordem de Francisco de Miranda (Terceira Classe), da Venezuela. Fluente em  francês, inglês, espanhol, italiano e alemão, idiomas com que se familiarizou nos seus países de residência, em função dos postos diplomáticos que ocupou.

Dedicou parte dos quase 25 anos passados no exterior a pesquisar a genealogia de sua família. Em resultado editou o livro « Comendador Guilherme Telles Ribeiro, Ascendência e Descendência, Açores-Brasil », em conjunto com Eliana Quintella de Linhares, obra publicada no Rio de Janeiro-RJ em 2003, a qual mereceu o « Prêmio Colégio Brasileiro de Genealogia – 2004 », outorgado aos autores por unanimidade da banca julgadora. Atraído pela pesquisa genealógica, escreveu em 2013 « Família Machado Guimarães no Brail », disponível para consulta e referência nos arquivos do CBG.

Sócio do Instituto Açoriano de Cultura (Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores, Portugal), pronunciou palestra de abertura no lançamento da obra « Genealogias das Quatro Ilhas », dos genealogistas portugueses Jorge Forjaz e Antonio Ornelas Mendes (Horta, Ilha do Faial, Açores, Portugal), em 08/09/2009, assim como na apresentação da obra « Dart – Uma Família Irlandesa nos Açores e no Mundo », de autoria de Jorge Forjaz, em evento na Casa dos Açores, Rio de Janeiro-RJ, em 28/02/2018.

Associado do Colégio Brasileiro de Genealogia desde 08.02.2010, como Colaborador, tendo sido eleito Adjunto na Assembleia Geral de 09.02.2019.