CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Maria Yolanda Montenegro Tavares
Sócios Adjuntos

Maria Yolanda Montenegro Tavares

Filha de Francisco Ribeiro Montenegro e Maria Angelina de Matos Montenegro, nasceu a 19 de janeiro de 1924 em Fortaleza, capital do Estado do Ceará. Viúva do Dr. Benito Vasconcelos Tavares.

Cirurgiã-dentista formada em 1946 pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Ceará. Dentista Escolar de 1950 a 1956. Chefe do serviço odontológico do Estado do Ceará de 1966 a 1986, ano que se aposentou, passando a dedicar-se à literatura e às pesquisas históricas.

Publicações:

  • Manual de Prevenção da Saúde Oral para Alunos do 1º Grau;
  • Manual de Normas e Instruções sobre Programa de Odontologia Sanitária;
  • Manual de Normas e Rotinas do Programa de Atenção Primária de Saúde – Ceará, em co-autoria;
  • Caminhos – Revista do Instituto Histórico e Genealógico da Paraíba – 1998;
  • O Nordeste era Holandês – monografia – 1999;

Pesquisas históricas sobre colonização:

  • Ocupação pelos Povos Europeus no Continente Americano;
  • Imigração do Povo Judeu;
  • História do Brasil: Período da Colonização, Estruturas Familiares e Adaptações no Novo Continente Americano.
  • o livro Montenegro – A História de Uma Família: 1634-1996 – Imprensa Universitária da Univ. Federal do Ceará – 1997

Além de artigos nos jornais “O Povo” e “Folha do ceará”, ambos de seu Estado natal.

Distinções:

  • Placa de Honra ao Mérito – Conselho de Assistentes Sociais do Ceará;
  • Personalidade Feminina – Ceará – 1979
  • Medalha “Mérito Odontológico” – Associações Odontológicas;
  • Medalha de Honra ao Mérito – Conselho Federal de Odontologia

Presidente do Bramas Clube – Ceará, 1969. Presidente da Associação Cristã Feminina – Ceará, 1993. Fundadora da Academia Cearense de Odontologia, 1985 e Titular da Cadeira nº 20. Sócia-correspondente do Instituto Histórico e e Genealógico da Paraííba. Sócia efetiva da Sociedade de Jornalistas e Escritores do Brasil. Membro da Arcádia Brasileira de Artes e Ciências Estéticas e da Academia Guanabarina de Letras.

Associada do Colégio Brasileiro de Genealogia em 28 de setembro de 2000, depois tendo sido eleita Sócia Adjunta.