CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Cônego Raimundo Otávio da Trindade
Patronos

Cônego Raimundo Otávio da Trindade

Filho de José Pereira da Trindade e Maria Belmira da Trindade, nasceu em Barra Longa, Estado de Minas Gerais, a 20 de novembro de 1883.  e faleceu em Belo Horizonte em 02 de abril de 1962, sendo sepultado no Cemitério das Mercês, em Mariana-MG.

Fez seus primeiros estudos em casa, completando-os, depois, no Seminário de Mariana. Ordenou-se sacerdote em 04 de abril de 1908. Foi vigário em Rio Doce, Limeira, São Domingos do Prata, Barra Longa e Ponte Nova. Nesta última cidade, chegou a presidir a Câmara Municipal por 36 dias, exonerando-se após.

Em Mariana-MG, onde viria a celebrizar-se, foi cônego, tesoureiro-mor do Cabido e chanceler da Arquidiocese, e dirigiu, por longos anos [1923-1944], o seu arquivo eclesiástico. Foi também Diretor do Ginásio Dom Helvécio, em Ponte Nova-MG, e do Museu da Inconfidência, em Ouro Preto-MG. Aposentou-se em 1959.

Em 2 de setembro de 1960 foi nomeado Camareiro Secreto pelo Papa João XXIII.

Membro do Colégio Brasileiro de Genealogia e do Instituto Genealógico Brasileiro, deixou numerosa bibliografia, dentre a qual destacam-se as seguintes obras:

  • A Semana Santa – S. Paulo- 1916.
  • Genealogias Mineiras – Ponte Nova – 1923;
  • Monografia Histórica de Barra Longa – S.Paulo;
  • Efemérides da Arquidiocese de Mariana – Mariana – 1928;
  • Arquidiocese de Mariana – S. Paulo – 1928-1929
  • A família Pontes –  Ponte Nova- 1934;
  • Andradas – in Anuário Genealógico Brasileiro –São Paulo, volume II, p. 267-289 – 1940;
  • A família dos Andradas – Separata da Revista Brasileira de Genealogia -1941;
  • Genealogia da Zona do Carmo – Ponte Nova, Est. Gráfico “Gutemberg” Imãos Penna, 1943 (17 x 12 cm), de XIV-527, 40 p.
  • Índice alfabético dos autos de testamentária – Arquivo Arquidiocesano de Mariana – in Revista Genealógica Brasileira, Ano IV, 1.º Semestre de 1943, N.º 7 – págs. 183-190. – 1943

Artigos na Revista Genealógica Brasileira:

  • Os Gomes Cândidos – 1941, N.º 3 – págs. 133-135. – 1941
  • Os Belo da Zona do Carmo (e da Borda do Campo) – 1941, N.º 4- págs. 403-404. – 1941;
  • Moreira Pena – 1943, N.º 8 – pág. 400;
  • Cortão (Caeté – Minas Gerais) – 1945, N.º 11-12 – pág. 149-150;
  • Furtado de Mendonça – subsídios para a genealogia desta família– 1946 – N.º 13 – pág. 129-131;
  • Figueiredo Neves, Casa Branca e Catas Altas – 1946.

Em publicações diversas:

  • Notas Genealógicas –Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais. Belo Horizonte, vol. 2, p. 127 a 132 – 1945 – Ano VII, N.º 14 – pág. 523-528;
  • Instituições de igrejas no Bispado de Mariana – Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Publicaçâo n.º 13 – Rio de Janeiro, 1945, VII-378 págs;
  • Velhos troncos ouropretanos  – Empresa Gráfica da Revista dos Tribunais Ltda. São Paulo, 1951, 222 págs;
  • Garcias, Velhos, Campos, Lemes e Castelo Branco;
  • História dos bispos mineiros;
  • Velhas famílias mineiras –  Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais. Belo Horizonte, vol. 7, p. 375 a 413 – 1960;

Sua obra mais conhecida e base para o estudo das famílias de Minas Gerais:

  • Velhos troncos mineiros –  São Paulo, 1955, 3 volumes: 1.º volume: 387 págs.; 2.º volume: 402 págs.; 3.º volume: 362 págs.