CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Alfredo Diaz de Molina
Galeria de Associados

Alfredo Diaz de Molina

Filho de Ramón Diaz e Delia Molina, nasceu na cidade de Córdoba, Argentina, a 27 de outubro de 1901. Neto paterno de Felipe Diaz e González e de Eusebia Iagarzábal Y Usandivaras. Neto materno de Mardoqueo Molina y Figueroa e de Maria Ignacia Correa Aguiar. Advogado, jornalista, poeta, genealogista, historiador, literato, escritor. Ministro do Governo e Interventor Nacional interino – 1943. Chefe da Divisão de Monopólios do Ministério de Indústria e Comércio. Advogado da 1ª Direção de Assuntos Jurídicos do mesmo ministério – 1944-1962. Formado pela Faculdade de Direito da UBA – Universidade de Buenos Aires, foi professor de História das Instituições Argentinas na Faculdade de Direito e Ciências Sociais da UBA e de Direito Público na Faculdade de Direito e Ciências Sociais na Universidade Nacional de La Plata. Fundador do Instituto Argentino de Ciências Genealógicas e Diretor de sua revista. Vice-presidente da “Associação Amigos de Cuba José Martí”. Tesoureiro da Associação dos Amigos do Museu Mitre. Presidente do Instituto de Estudos Históricos Dr. Esteban A. Gascón. Membro de numerosas academias, associações e institutos culturais na Europa e Américas, entre elas o Instituto Belgraniano, o Instituto Argentino de Cultura Histórica e a Junta de História Eclesiástica Argentina. Associou-se ao Colégio Brasileiro de Genealogia em 20.11.1953. Publicou sete tomos da revista “Heráldica”. Autor, entre outros diversos títulos, de Genesis de La oligarquia argentina, Rivadavia ante la posteridad, Influencia del pensamiento de San Martin en el Congreso de Tucumán, El Derecho español en las instituciones argentinas” – além de incontáveis publicações em jornais e revistas. Faleceu a 12 de janeiro de 1988.