CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Frieda Wolff
Antigos Titulares

Frieda Wolff

Frieda (Paliwoda) Wolff nasceu em 30 de outubro de 1911, em Berlim. Casada com Egon Wolff, ambos estudavam Direito na Alemanha, mas com a ascensão do nazismo ao poder, fugiram para o Brasil, vindo primeiramente para São Paulo e mais tarde fixando residência no Rio de Janeiro.

No Brasil, Egon era empresário e escritor e, depois de aposentado, passou a dedicar-se exclusivamente à pesquisa histórica, o que fazia em conjunto com Frieda. Com o objetivo de levantar a história dos judeus no Brasil, o trabalho de ambos envolvia não só o Brasil, mas Estados Unidos, Europa, Israel, Suriname e Antilhas.

Desta parceria intelectual dos Wolff, resultaram mais de 30 livros, alguns citados adiante, vários deles premiados, além de incontável soma de artigos, conferências e palestras, todos voltados para o resgate da história judaica de nossa terra.  O casal naturalizou-se brasileiro em 1951.

Frieda associou-se ao CBG em maio de 1988 e pertenceu a diversas instituições históricas e culturais ao longo de sua vida no Brasil, entre as quais citamos o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro – onde era Sócia Emérita, e o Memorial Judaico de Vassouras, de onde era Presidente Emérita.

Faleceu no bairro do Rio Comprido, Rio de Janeiro, às 4h 30min do sábado 17 de maio de 2008.

Obras, em co-autoria com Egon:

  • Judeus no Brasil Imperial – São Paulo, 1975;
  • Sepulturas de israelistas – São Francisco Xavier, Rio de Janeiro – São Paulo, 1976;
  • A odisséia dos judeus de Recife – São Paulo, 1979;
  • Judeus nos primórdios do Brasil República – visto especialmente pela documentação no Rio de Janeiro – Rio de Janeiro, 1981. Prêmio Clio de História do Império 1982 da Academia Paulistana de História;
  • Sepulturas de israelitas II – uma pesquisa em mais de 30 cemitérios não-israelitas – Rio de Janeiro, 1983;
  • D. Pedro II e os judeus – São Paulo, 1983. Prêmio Clio de História do Império 1984;
  • Natal – uma comunidade singular – Rio de Janeiro, 1984;
  • Participação e contribuição de judeus ao desenvolvimento do Brasil – Rio de Janeiro, 1985;
  • Dicionário-biográfico I – judaizantes e judeus no Brasil  1500 -1508 – Rio de Janeiro, 1986;
  • Campos- ascensão e declínio de uma coletividade – Rio de Janeiro, 1986;
  • Horácio Lafer – São Paulo, 1986;
  • Pérolas de um povo – Rio de Janeiro, 1987;
  • Dicionário biográfico II – judeus no Brasil, século XIX – Rio de Janeiro, 1987;
  • Crônicas do nosso arquivo – Rio de Janeiro, 1987;
  • Dicionário biográfico III – testamentos e inventários – Rio de Janeiro, 1987;
  • Sepulturas de israelitas III – as mishpakhot de Belém – Rio de Janeiro, 1987;
  • D. Pedro I e os judeus – Rio de Janeiro, 1987;
  • Judeus, judaizantes e seus escravos – Rio de janeiro, 1987;
  • Guia histórico-sentimental judaico-carioca – Rio de Janeiro, 1987;
  • Dicionário biográfico IV – processos de naturalização de israelitas século XIX – Rio de Janeiro, 1987;
  • Depoimentos – um perfil da coletividade judaica brasileira – Rio de Janeiro, 1988;
  • Conferências e comunicações em institutos históricos – Rio de Janeiro, 1988;
  • Documentos I – Contratos comerciais A – K – século XIX – Rio de Janeiro, 1988;
  • Guia histórico da comunidade judaica de São Paulo – São Paulo, 1988;
  • Documentos II – Contratos comerciais L – Z – século XIX – Rio de Janeiro, 1988;
  • Documentos III – estatutos – Rio de Janeiro, 1988;
  • Documentos IV – uma amostragem documentária e fotográfica – Rio de Janeiro, 1989;
  • Judeus em Amsterdã – seu relacionamento com o Brasil 1600 – 1620 – Rio de Janeiro, 1989;
  • Breve revista histórica da Sociedade Cemitério Israelita de São Paulo – São Paulo, 1989;
  • Sepulturas de israelitas IV – simbolismo e arte sepulcral judaica – Rio de Janeiro, 1989;
  • Genealogia carioca – a família Hime – CBG, 1990;
  • Dicionário biográfico V – judaísmo e judeus na bibliografia em língua portuguesa – Rio de Janeiro, 1990;
  • Judeus e judaísmo vistos por não israelitas – particular, 1990;
  • Perfis do século XX – particular, 1990;
  • O cristão-novo na obra de Carlos Rheingantz – particular, 1990;
  • O índio, o negro e seus descendentes na obra de Carlos Rheingantz – particular, 1990;
  • Quantos judeus estiveram no Brasil Holandês? E outros ensaios– particular, 1991;

Iniciados por Egon e completados por Frieda:

  • Dicionário biográfico VII – processos de Inquisição de Lisboa referentes a pessoas nascidas ou residentes no Brasil e outros estudos – particular, 1991/1992.
  • Quantos judeus no Brasil de acordo com o censo?